quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Lairinho confirma que Sindiserpum está com a verdade

(A) O vereador Lairinho Rosado ocupou a Tribuna da Câmara Municipal com a finalidade de repor a verdade sobre os últimos fatos envolvendo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM) e a Prefeitura de Mossoró. 
O parlamentar historiou os fatos envolvendo sindicato e prefeitura e o papel da vereadora Cláudia Regina (DEM) nesse processo. “Em 2009 houve uma greve dos servidores que lutam por melhores condições de trabalho, reajuste e a manutenção do vale transporte. Apresentei uma moção de solidariedade ao Sindiserpum e por várias vezes faltou quórum porque a bancada governista não queria votar”, lembrou. 
Em seguida, Lairinho lembrou das emendas apresentadas por ele e os vereadores Jório Nogueira, Francisco José Junior e Genivan Vale que tiravam R$ 8 milhões de áreas supérfluas como propaganda para iniciar o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). “A vereadora Cláudia Regina votou contra”, lembra. 
O parlamentar disse ainda que foi entregue pelo sindicato um ofício a prefeita pedindo para ela fazer um empréstimo e a vereadora, candidata a prefeito pelo DEM, foi contra. Sobre o último episódio envolvendo prefeitura e sindicato, Lairinho disse que a vereadora votou pelas modificações que prejudicavam os professores por permitir que alguns salários de docentes de nível médio sejam maiores que os de nível superior. 
“Ela votou pela mudança que desagradou os servidores. Houve uma greve finalizada por um acordo. Aí sim ela votou a favor”, concluiu. No final do discurso Lairinho sugeriu que a colega reconhecesse que errou e pedisse desculpas. “Depois disso, ela poderia se comprometer com os servidores”, concluiu. A candidata não respondeu ao pronunciamento do parlamentar. (Assessoria de Imprensa do mandato de Lairinho). 

Nenhum comentário: