quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Lairinho lamenta falta de segurança em Mossoró

(A) Escola incendiada, Unidade Báscia de Saúde (UBS) depredada, professores ameaçados e jovens assassinados. Foi esse o contexto que levou o vereador Lairinho Rosado (PSB) a ocupar a Tribuna da Câmara Municioal nessa quarta-feira (01).
Outra preocupação do parlamentar vem dos números: é que a Organização das Nações Unidas (ONU) considera aceitável uma média de nove assassinatos para cada 100 mil habitantes e a média nacional é de 27. Em Mossoró a situação é pior: 77 assassinatos para cada 100 mil moradores. “O que parecia estar o fundo no poço foi cavado mais ainda. Tivemos 190 homicídios no ano passado e em 2012 os níveis continuam alarmantes. Mossoró teve uma média acima do aceitável em nível nacional e internacional”, relatou.
Lairinho lembrou do Projeto de Lei de autoria dele que estabelece a política de segurança nas escolas que foi rejeitado pela bancada governista. “Apresentamos um projeto de lei propondo aumentar segurança nas escolas com câmeras de segurança, com relatórios elaborados para mapeamento da situação em cada escola e acompanhamento psicológico, mas infelizmente o projeto foi derrubado porque a ideia foi da oposição. Agora temos uma diretora de escola municipal está trancada dentro de casa porque está sob ameaça de um aluno”, relatou.
Para Lairinho a segurança não tem sido tratada como prioridade nem por Governo do Estado nem por Prefeitura de Mossoró. “Enquanto isso a gente vê filhos da prefeita empregados no TCE e no TJ, criação de cargos comissionados e a Guarda Municipal sem sair do papel”, acrescentou.
Ele defendeu a colocação de câmeras de segurança nas ruas da cidade como forma de inibir as ações de criminosos.  “Temos aqui jovens perdendo as suas vidas por falta de segurança nas ruas. A Prefeitura poderia instalar câmeras nas ruas e fazer uma parceria com a Polícia Militar. Fizeram isso no Mossoró Cidade Junina, mas foi apenas um teste para a Copa do Mundo. Levaram os equipamentos para Natal depois”, concluiu. (Assessoria de Imprensa do mandato; Foto: Marcos Lima).

Nenhum comentário: