quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Justiça flagra reunião de comissionados da Prefeitura de Mossoró

(A) Uma diligência da Justiça Eleitoral identificou na casa do diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Nilton Rego, no bairro Nova Betânia, um encontro reunindo vários servidores detentores de cargos comissionados da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM). A movimentação ocorrida na última segunda-feira, às 15h30, contava com a presença do chefe de Gabinete Gustavo Rosado, que começou a falar uma hora depois do encontro ter iniciado.

 
Em sua fala, um dos coordenadores da campanha da vereadora Cláudia Regina (DEM) cobrou animação dos comissionados presentes. "Que caras são essas? Cadê aquela animação de sábado? Vamos se animar", discursou. O chefe de Gabinete afirmou que em minutos a candidata Cláudia Regina chegaria ao local, quando foi surpreendido por uma pessoa entrando no recinto e captando imagens. Era um representante da Justiça Eleitoral que havia recebido uma denúncia anônima e foi checar os fatos. A reportagem identificou que o denunciante foi uma pessoa com cargo comissionado que se sentiu incomodada por ser obrigada a ir. Também foi identificado que a maioria dos presentes eram servidores da saúde.
 
Neste momento Gustavo foi para dentro da casa e um integrante da equipe orientou que os comissionados fossem embora. Muitos ficaram sem entender e permaneceram. Por conta disso vários dos presentes foram notificados pela Justiça Eleitoral. A reportagem fez contato com o juiz Herval Sampaio, da 33ª Zona Eleitoral, que confirmou a diligência, mas evitou tecer qualquer comentário. "Não vou fazer juízo de valor. As provas foram encaminhadas ao Ministério Público", acrescentou. Na sequência foi feito contato com a promotora Karine Crispim que confirmou ter conhecimento do caso, mas ainda não tinha recebido as provas. "Só posso dizer alguma coisa após ter as provas em mãos", acrescentou.
 
Tanto a Prefeitura de Mossoró quanto a assessoria da campanha da vereadora Cláudia Regina trataram o caso de forma lacônica. O Executivo municipal disse através do gerente executivo da comunicação, Ivanaldo Fernandes, desconhecer a informação. "Não recebemos nenhuma notificação nesse sentido", acrescentou. O gerente garantiu que a prefeita Fafá Rosado (DEM) não permite esse tipo de prática. Já a campanha do DEM enviou uma nota curta: "Não é do conhecimento da Coligação Força do Povo a realização de reuniões políticas com a presença de servidores em cargos comissionados durante o horário de expediente". 
 CRAS
Outra informação apurada pela reportagem confirma outra movimentação com cargos comissionados. Desta vez com integrantes de todos os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). A orientação é para convencer mulheres e jovens a votarem na candidata governista.

Secretários em reunião política no expediente 

O auto de constatação da Justiça Eleitoral a respeito da diligência na residência do diretor do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER), Nilton Rego, que identificou reunião para fins políticos de servidores com cargos comissionados que estavam em horário de expediente, incluiu, além do secretário chefe de Gabinete, Gustavo Rosado, o secretário municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente, Alexandre Lopes, e o gerente executivo de Meio Ambiente, Mairton França. O auto de constatação informa que estavam presentes aproximadamente cem pessoas. 

É provável que as imagens de vídeo e fotografias se tornem uma ação do Ministério Público Eleitoral. Promotora da 33ª Zona Eleitoral, Karine Crispim ainda analisa as provas para depois se pronunciar sobre o caso. A coligação Mossoró Feliz deverá entrar nos próximos dias com Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) para apurar o caso que poderá ter desdobramentos como a cassação do registro de candidatura da vereadora Cláudia Regina (DEM), beneficiária do encontro. Além disso, os secretários presentes podem ser alvo de uma ação judicial de improbidade administrativa na Justiça Comum. Na edição de ontem, tanto a coligação Força do Povo, encabeçada pela candidata do DEM, quanto a Prefeitura de Mossoró negaram a realização de encontros dessa natureza em horário de expediente. (Fonte: O Mossoroense).


Nenhum comentário: