quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Câmara aprova adicional de periculosidade de 30% do salário para vigilantes

Deu na Folha de São Paulo:


"A Câmara aprovou nesta terça-feira (13) projeto que concede salário adicional de periculosidade para vigilantes e seguranças privados em transporte de valores. A proposta segue para sanção da presidente Dilma Rousseff.

O texto aprovado, de autoria da senadora Vanessa Graziottin (PCdoB-AM), altera a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e prevê um acréscimo de 30% sobre o salário dos vigilantes em razão aos riscos que estão expostos no cumprimento de suas atividades.

Após acordo sobre a matéria ficou excluída, no entanto, a previsão de o adicional também se estender para aqueles que trabalham em exposição permanente a acidentes de trânsito.

São consideradas atividades ou operações perigosas pela CLT, desde 1977, aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem o contato permanente com inflamáveis ou explosivos em condições de risco acentuado."

Nenhum comentário: