terça-feira, 20 de novembro de 2012

Desvios na estrada

Deu na Tribuna do Norte:

"»Vestígios...
Lupas sobre as obras de duplicação da BR-101 e o TCU detectou irregularidades no trecho que compreende o RN. No relatório, o ministro Raimundo Carreiro determinou a suspensão do pagamendo à Pedreira Potiguar, pelo 1º Batalhão de Engenharia de Construção (1º BEC).

»...Que apontam...
Nos indícios de irregularidades, pagamento superfaturado de brita e rachão, “inicialmente em mais de 100%”. No lote 1, de responsabilidade do Exército, a medição teve “quantidade 104% superior que a necessária”, com pagamento a mais de R$ 8.354.269,72.

»...Danos...
Em todos os contratos firmados, a auditoria chegou a “uma diferença de mais de R$ 23 milhões entre os pagamentos realizados pelo 1º BEC” e os “insumos necessários”, de acordo com a medição do Dnit. Alerta que o Batalhão contratou “brita, inclusive de rachão”, mas possui “um britador, (que antes) britava a própria brita”.

»...Ao erário
Aponta que a quantidade necessária para a obra era de R$ 223.319,21, mas foram pagos R$ 456.482,09. De serviços executados e não medidos: R$ 37.791,93. 

»Em tempo
O Ministério Público Federal no RN vai oficiar o Exército solicitando dados da empresa e para saber se os pagamentos foram suspensos, como determinado pelo TCU."

Nenhum comentário: