quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Henrique atenuou discurso

Os discursos de despedida de Marco Maia (PT) e de posse de seu sucessor na presidência da Câmara dos Deputados, o deputado potiguar Henrique Alves (PMDB), foram de críticas ao Supremo Tribunal Federal.

Ambos deixaram entender que não cumpririam decisão so STF sobre a cassação dos deputados condenados pelo Mensalão.

Ontem, ao sair de uma visita que fez ao ministro Joaquim Barbosa, presidente da corte suprema, Henrique disse que quem estivesse pensando que ele não cumpriria decisão, poderia tirar o "cavalinho da chuva", ou seja, que não existia crise em Legislativo e Judiciário e que as decisões seriam cumpridas.

Nenhum comentário: