terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Projeto que reajusta salário de professores é aprovado

O Executivo enviou hoje um Projeto de Lei ao Legislativo. 

Foi votado hoje mesmo!

Alguns vereadores da bancada governista admitiram que sequer conheciam o teor do projeto.

O aumento é de 7,9%, que tão somente adequa o salário dos professores da rede pública municipal ao Piso Nacional do Magistério.

O projeto foi aprovado por unanimidade.

Emenda
O vereador Luis Carlos (PT), apresentou um destaque para inserir uma emenda ao Projeto original.

A Lei federal fala que a database é em janeiro. O Projeto apresentado estabelece fevereiro.

Lahyre Neto, Genivan Vale, Vingt-Un Neto, Tomaz Neto, Jório Nogueira e Luis Carlos votaram a favor da alteração para que a database fosse janeiro, como reza a Lei federal, e os professores recebessem aumento retroativo a janeiro.

Claudionor dos Santos, Flávio Tácito, Francisco Carlos, Tassyo Mardony, Heró, soldado Jadson, Manoel Bezerra, Narcizio, Genilson Alves, Ricardo de Dodoca, Zé Peixeiro, Celso Lanches e Alex do Frango votaram contra o destaque. Acham que deve receber o aumento apenas a partir de fevereiro.

3 comentários:

Anônimo disse...

Faltou dizer de quanto é este piso.
Mas ainda está em tempo.
Inácio Augusto de Almeida

Anônimo disse...

Por falar em educação, acabei de saber que em Mossoró este ano, tal qual o ano passado, a distribuição do fardamento escolar se resumirá a apenas duas blusas.
Milhares de criancinhas continuarão indo de sandálias japonesas já gastas, calças velhas, etc. Afinal, filho de rico não estuda em escola pública. E quando o governo providencia a distribuição de fardamento é para tentar minimizar esta situação.
Enquanto em Mossoró o fardamento se resume a duas blusas, AINDA NÃO DISTRIBUÍDAS, no Maranhão, um estado pauperrímo, o fardamento escolar já distribuido em cidades como São José dos Basílios,se constitui de duas blusas, uma calça, um calção, duas meias, um par de tênis e um boné.
Para os senhores terem uma idéia do que é São José dos Basílios, 50% das casas não tem SANITÁRIO.
POR FAVOR NÃO CONFUNDIR AUSÊNCIA DE SANITÁRIO COM AUSÊNCIA DE SANEAMENTO.
Como pode uma cidade pobre como esta fazer uma distribuição desta de fardaamento escolar enquanto Mossoró distribui apenas duas blusas?
O pior é que os vereadores ditos oposicionistas ficam caladinhos.
Chega, não dá mais nem para comentar.
Chega.
Inácio Augusto de Almeida
///////
MARCHA POR MOSSORÓ, 9 DE MARÇO, 9 HORAS, PRAÇA DO PAX.

Anônimo disse...

E os vereadores ditos oposicionistas não dão um pio sobre o fardamento escolar ser apenas duas blusas.
A deputada Larissa Rosado que podia fazer um pronunciamento da tribuna da assembleia, cala-se.
Que diabo de oposição existe em Mossoró?
Inácio Augusto de Almeida
MARCHA POR MOSSORÓ, 9 DE MARÇO, 9 HORAS, PRAÇA DA PAX.
Que Deus nos ajude.