quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Sobre nosso trabalho na zona rural

Recebi um comentário aqui no blog e vou comentá-lo trecho a trecho.


Os trechos em itálico são do comentário de Inácio.



Recentemente o Professor J. Romero publicou um artigo no blog do Carlos Santos retratando o quadro de miséria que atinge estas comunidades. 
Sem o uso de eufemismos, disse com todas as letras que a FOME estava presente em vários distritos mossoroenses. Deu para constatar este quadro? Existe falta de alimentos na área rural de Mossoró.


Sim, Inácio. Não é difícil perceber isso.


Você entrou nestas casas humildes e observou se tinha panela no fogo? Qual o aspecto das crianças? Ou você fez como a maioria dos políticos que sequer desce do carro com medo do cheiro de pobre? E quando desce é em época de eleições para arrancar retrato de candidata adversária, como fez a Governadora? Isto a imprensa publicou, inclusive com fotos que comprovam o "esquecimento" da liturgia do cargo, além de outras coisas.


Inácio, as reuniões são nas casas das pessoas. Faço isso desde antes de assumir o mandato de vereador.


Este poço no Jucuri é uma benção dos céus para esta gente. Se você lutou por ele, tenha cuidado com os famosos garupeiros. Eles aparecem sempre se dizendo o pai da criança e tomando para si o resultado do trabalho alheio. Isto acontece em todas as áreas. Eu fosse você, voltaria lá e falaria do esforço que agora está realizando para a construção do sistema adutor. E seria muito bom que a Dep. Larissa Rosado fosse junto. 


Não tenho a pretensão de ser pai, irmão ou tio de conquistas que levem o bem à população, principalmente a mais carente. Já estive no Jucuri algumas vezes depois de iniciado o trabalho do poço. Hoje tem água vertendo lá.


Falar nesta Deputada, é a primeira notícia que leio ou ouço nestes últimos tempos sobre ela.
Não seria o caso da Larissa Rosado pensar em divulgar melhor o que faz em prol dos mossoroenses?


O poço do Jucuri foi conseguido graças à luta de Larissa, Sandra e de nosso mandato. A deputada tem feito muito por Mossoró, porém como deputada, suas ações dependem da boa vontade do Executivo para que sejam concretizadas, como por exemplo as emendas no Orçamento para construção de complexo esportivo no Abolição ou instituições como Amantino Câmara, APAE e casas de acolhimento de dependentes químicos.


Volte ao Jucuri e a todos estes distritos, desça do carro, entre nas casas, da maneira como você faz quando está em campanha, e conte tudo isto aos moradores. Faça isto antes que algum garupeiro adote este poço profundo.


Acho que já respondi acima. Já voltei algumas vezes nestas comunidades. Ah, e essas visitas foram depois do período eleitoral. A última foi em fevereiro de 2013.


Comentário já está por demais longo. 
Noutro prosseguirei tentanto lhe passar algumas sugestões sobre o problema da fome na área rural de Mossoró e como minimizá-lo.
Inácio Augusto de Almeida
MARCHA POR MOSSORÓ, DIA 9 DE MARÇO, 9 HORAS, PRAÇA DO PAX.
E neste sábado, início da campanha COMBUSTÍVEL MELHOR PREÇO, Praça do Mercado do Alto da Conceição.

4 comentários:

Anônimo disse...

Disse o Vereador Lairinho:
"Não tenho a pretensão de ser pai, irmão ou tio de conquistas que levem o bem à população, pricipalmente a mais carente. Já estive no Jucuri algumas vezes depois de iniciado o trabalho do poço. Hoje tem água vertendo lá."
Não sei se isto foi escrito pelo próprio vereador ou por um assessor. Mas para todos os efeitos é uma declaração do Vereador Lairinho.
Não tem a pretensão de ser o pai, irmão ou tio da feitura do poço, mas já esteve ALGUMAS VEZES no Jucuri acompanhando o trabalho do poço.
Não, não critico este comportamente.
Está certíssimo em acompanhar o trabalho do poço que conseguiu para aquela comunidade e assim evitar que algum garupeiro se arvore de ter conseguido o poço.
Agora dizer que não está preocupado em aparecer como o político que conseguiu o poço e acompanhar o trabalho em diversas oportunidades...
Assuma, Vereador.
Pelo menos você fez!
Pode dizer: EU CONSEGUI O POÇO E ACOMPANHEI A CONSTRUÇÃO DO MESMO.
É preciso que todos saibam quem conseguiu o benefício para o Jucuri.
Não há porque não querer aparecer.
Feio é não fazer nada e ficar criticando quem faz.
Eu acredito que você e a Deputada Larissa deveriam divulgar mais as suas realizações.
Se as emissoras de rádio não divulgam, se os jornais não divulgam, compre um espaço de 10 minutos numa rádio e divulgue. Não custa muito caro e tem um bom retorno em termos políticos. Jornal é bem mais caro, difícil e a penetração é muito menor.
Use também os blogs. O do Carlos Santos está entre o mais acessados do RN, se não for o mais acessado.
E por aí a coisa vai.
Mas que tem que divulgar o que faz, tem.
Eu digo estas coisas por você ter se preocupado com o problema dos pobres do Jucuri, o que provoa que possui sensibilidade social.
E quem sente as dores alheias merece a admiração e o respeito de todos nós.
Agora é partir para minimizar os efeitos da estiagem no que concerne a alimentos para estes nossos irmãos mais desafortunados.
Vá em frente e tenha a certeza de que Deus sempre ajuda os bem intencionados.
Inácio Augusto de Almeida
///
MARCHA POR MOSSORÓ, DIA 9 DE MARÇO, 9 HORAS, PRAÇA DO PAX.

Francy Granjeiro disse...

Caro vereador Lairinho, sempre atenta aos problemas da cidades através dos blogs....só quero registrar uma cobrança por parte dos vereadores....porque os vereadores apesar da maioria ser do partido da prefeitável,nao tomam iniciativa no descaso do
O ROMBO DA PREFEITURA DE MOSSORÓ


Dívida é dívida, e a Prefeitura de Mossoró deve 60 milhões de reais aos funcionários, a dívida do governo de Rosalba Ciarline que em 1997 sequestrou FGTS dos funcionários, na campanha Cláudia prometeu pagar, mas depois de eleita e assumindo o governo não fala nesta dívida, se a Prefeitura de Natal tem um rombo de 200 milhões, os 60 milhões de Mossoró proporcionalmente é maior do que o de Natal, fico triste pelo silêncio dos nossos vereadores, eles se preocupam com tudo, menos em pagar aos servidores enganados pelo erário, uma completa sacanagem com os nosso barnabés e Cláudia nada fala, nada diz, o processo está transitado e julgado, só falta a prefeitura pagar, fico sem saber porque os recursos da prefeitura não são sequestrados para pagar esta enorme dívida, justiça é lenta e mal vontade de Cláudia em honrar esta dívida é maior, na campanha ela disse que ia pagar, promessa é dívida e este sítio continuará cobrando.
blog Wilsom Cabral-BARAÚNA EM NOTÍCIAS

Francy Granjeiro disse...

Caro vereador Lairinho, sempre atenta aos problemas da cidades através dos blogs....só quero registrar uma cobrança por parte dos vereadores....porque os vereadores apesar da maioria ser do partido da prefeitável,nao tomam iniciativa no descaso do
O ROMBO DA PREFEITURA DE MOSSORÓ


Dívida é dívida, e a Prefeitura de Mossoró deve 60 milhões de reais aos funcionários, a dívida do governo de Rosalba Ciarline que em 1997 sequestrou FGTS dos funcionários, na campanha Cláudia prometeu pagar, mas depois de eleita e assumindo o governo não fala nesta dívida, se a Prefeitura de Natal tem um rombo de 200 milhões, os 60 milhões de Mossoró proporcionalmente é maior do que o de Natal, fico triste pelo silêncio dos nossos vereadores, eles se preocupam com tudo, menos em pagar aos servidores enganados pelo erário, uma completa sacanagem com os nosso barnabés e Cláudia nada fala, nada diz, o processo está transitado e julgado, só falta a prefeitura pagar, fico sem saber porque os recursos da prefeitura não são sequestrados para pagar esta enorme dívida, justiça é lenta e mal vontade de Cláudia em honrar esta dívida é maior, na campanha ela disse que ia pagar, promessa é dívida e este sítio continuará cobrando.
blog Wilsom Cabral-BARAÚNA EM NOTICIAS

Anônimo disse...

Quando eu perguntei se existe falta de alimentos na zona rual de Mossoró você respondeu:
SIM, INÁCIO. NÃO É DIFÍCIL PERCEBER ISTO.
Você é jovem, como jovem deve gostar e ter amizade com pessoas ligadas ao futebol aqui em Mossoró.
Por que você não tentar promover uma partida de futebol entre a Prata de Casa e a Prata de Fora, com a preliminar sendo disputada entre radialistas e jornalistas (facilitaria a divulgação do evento), sendo o ingresso dois quilos de alimentos não perecíveis?
Creio que daria para arrecadar mais de 4 mil quilos de alimentos.
Além de você fazer este ato de caridade cristã ainda estaria mostrando a todos os mosorenses o quadro de miséria que se instalou, devido a seca, na zona rural mossoroense, podendo assim despertar o poder público para este grave problema.
Faça isto.
Deus haverá de lhe recompensar.
//
Prata de Casa são os jogadores de futebol nascidos aqui mesmo.
Prata de fora os jogadores trazidos de outros centros esportivos para atuar no futebol de Mossoró.
///
MARCHA POR MOSSORÓ, DIA 9 DE MARÇO, 9 HORAS, PRAÇA DO PAX.
Que Deus nos ajude.
///
A MARCHA POR MOSSORÓ é aberta a todos os mossoroenses, que dela podem participar inclusive levando faixas para protestar contra qualquer coisa que julgue estar errada em Mossoró.