terça-feira, 19 de março de 2013

Eduardo Campos: “Queremos ser uma nação sem as marcas das desigualdades”

(A) Em evento para comemoração do Dia Internacional da Mulher, nesta segunda-feira (18), no Centro de Convenções, o governador de Pernambuco e presidente Nacional do PSB, Eduardo Campos, voltou a defender a construção de um país mais igualitário entre mulheres e homens. A solenidade reuniu quase duas mil pessoas de todas as regiões do Estado.

Ao lado da primeira dama, Renata Campos, e da secretária da Mulher, Cristina Buarque, Eduardo destacou a diminuição na violência de gênero no Estado. “Enfrentamos essa questão da violência, era hora de dar um basta nessa questão. Parecia algo impossível. Hoje, Pernambuco é a experiência mais bem sucedida e aplaudida do País, campeão na redução de violência contra a mulher”, afirmou.
O governador sugeriu ainda que é preciso aproveitar a crise financeira mundial como uma oportunidade. “Estamos num processo de construção de um novo Brasil, que precisa também de um novo pacto social e político. Não vamos arrancar o resto de machismo que tem na máquina pública deste País com as velhas lideranças políticas carcomidas, que nunca assumiram os compromissos de romper com esses cacoetes e deformações”, disse Eduardo.

Na ocasião, foram assinados dois termos de cooperação técnica, um para fortalecimento da rede de delegacias especializadas e um para parceria de curso de qualificação de 180 mulheres que trabalham no processamento de mandioca. O governador assinou ainda o edital para seleção simplificada da secretaria da Mulher.

“Precisamos fortalecer um olhar que respeite as diferenças de gênero, que acolha, na máquina pública e na visão do Estado, o grande objetivo de reduzir e exterminar os preconceitos e afirmar que queremos ser uma nação sem as marcas das desigualdades que afrontam nossos corações”, assegurou o governador. (Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Governo de Pernambuco).

Nenhum comentário: