terça-feira, 19 de março de 2013

Lairinho defende luta em prol do Hospital da Mulher

(A) Em meio ao recorrente noticiário sobre o fechamento do Hospital da Mulher em Mossoró, o vereador Lairinho Rosado (PSB) aproveitou a sessão desta terça-feira (19) da Câmara Municipal de Mossoró para tratar sobre o assunto. Em uso da tribuna, o parlamentar defendeu a luta pela continuidade dos serviços prestados pela unidade hospitalar no segundo maior município potiguar.


O fechamento do Hospital da Mulher em Mossoró veio à tona na reunião ordinária desta terça-feira da CMM através de iniciativa do vereador Lairinho. “O fato é que a Câmara Municipal e a sociedade mossoroense precisam se unir para que o Hospital da Mulher não feche. Pois, quem sofre é a população carente”, disse o parlamentar durante o pronunciamento.
 “Ao longo desse período, Mossoró assistiu denúncias de irregularidades e desvios constatados por própria auditoria do Estado, o que é motivo de tristeza”, acrescentou Lairinho, chamando a atenção para o fechamento já ocorrido de outros hospitais de Mossoró e cobrando ações em prol da saúde pública. Em sua fala, o edil citou o encerramento das atividades da Uniped, Unicard, Samec, Duarte Filho, e São Camilo; dentre outros; e destacou a continuidade dos serviços da Dix-Sept Rosado e da Almeida Castro.


Na ocasião, outros vereadores apoiaram o discurso de Lairinho em prol de melhorias na saúde pública. O parlamentar Luiz Carlos (PT) reforçou que a saúde em Mossoró tem suas deficiências. Outros legisladores municipais como Francisco José Jr. (PSD), Heró (PTdoB), Genivan Vale (PR), Tomáz Neto (PDT), Jório Nogueira (PSD) , Narciso (PTN) e Alex Moacir (PMDB) também parabenizaram a iniciativa de Lairinho em abordar o fechamento do  Hospital da Mulher e também se posicionaram em defesa da continuidade dos serviços prestados pela unidade hospitalar. 
"Esta Casa tem que fazer algo. É uma situação inadimissível", disse o presidente da Câmara, Francisco José Jr.. O vereador Tomáz Neto também se posicionou. "Mossoró e o RN chegou a uma situação preocupante", criticou ele. Os vereadores definiram a necessidade de uma visita da Comissão de Saúde da CMM ao Hospital da Mulher para apurar a real situação da unidade. O vereador Lairinho e Alex Moacir se colocaram à disposição para participar da atividade.



Um comentário:

Cassia Silva disse...

Parabéns pela iniciativa.