terça-feira, 30 de abril de 2013

Dilma cada vez mais radical com Eduardo

Apesar de dizer que não conversa sobre as eleições de 2014 neste 2013, o governador de Pernambuco está cada vez mais sendo tratado como adversário.

Na Câmara, no Senado e no governo de um modo geral.

É bem verdade que parece cada vez mais irreversível a candidatura de Eduardo Campos à Presidência.

O presidente nacional do PSB tem dito que não é contra ninguém, mas que acredita ser possível "fazer mais".

O governo do PT tem dado demonstrações dia pós dia que já considera Eduardo adversário. Até o slogan usado por Dilma foi praticamente igual ao de Eduardo.

Nota: o PSB apoia o PT desde 1989, quando indicou o vice de Lula. Em 2010 o partido convenceu pela retirada da candidatura de Ciro Gomes para o apoio à Dilma Rousseff.

Nenhum comentário: