terça-feira, 2 de abril de 2013

Violência contra boas ações

A Fundação Casa do Caminho atende centenas de pessoas com cursos de qualificação, conscientização, apoio a dependentes químicos, aulas de música, etc, na comunidade Barrocas.

Sou conhecedor do trabalho deles e, quando posso, participo e ajudo os trabalhos da casa. Menos até do que gostaria.

Pois bem, está difícil fazer o bem em Mossoró.

No fim de semana, a sede da Casa do Caminho foi "visitada" por marginais que fizeram um verdadeiro rapa, levaram tudo.

Trombones, saxofones, flautas transversais e doces, clarinetes, caixas de som, microfones, aparelhos de som, nootebooks, computadores, botijões de gás, fogão, ferramentas, eletrodomésticos... TUDO! Tudo levado pelos marginais, além da depredação do prédio com arrombamento de portas e grades.

Os responsáveis pela fundação estão analisando se continuam com o trabalho, pois se sentem impotentes contra tanta violência e descobertos pela Polícia.

Se a Fundação Casa do Caminho paralisar suas atividades será uma perda imensa para toda a sociedade, principalmente as comunidades Paredões, Barrocas, Bom Jardim, Santo Antonio, Santa Helena...

E parte da imprensa, sociedade civil organizada e classe política permanece inerte.

Onde vamos parar?

Nenhum comentário: