sexta-feira, 24 de maio de 2013

Estelionatos

Durante a campanha 2012, ouvi de um motorista de táxi de uma cidade do Alto Oeste que vem a Mossoró todos os dias...

"Mesmo que Larissa não vença a eleição, já terá sido a melhor prefeita da cidade".

Quando perguntei por que, ele saiu com essa: "Nunca Mossoró viu tanta obra como a governadora está prometendo para a cidade".

O tempo passou, o resultado da eleição, contestado por mais de vinte processos na Justiça movidos pelo Ministério Público e partidos políticos, foi uma vitória apertada da candidata da Prefeitura e Governo do Estado.

Pois bem, o motorista lá de cima só não esperava que tanta promessa da governadora não passasse de uma espécie de estelionato eleitoral.

O estádio Nogueirão, até pela vitória do Potiguar no Estadual 2013, está na vitrine.

Ou melhor, não está!


A foto acima é uma "maquete eletrônica", apresentada no site do Governo do Estado e repoduzido por Carlos Santos, durante o período eleitoral, mais precisamente na semana da eleição.

Agora, o Governo do Estado diz que esse projeto não vai sair do papel, simplesmente porque não há orçamento pra isso.

Ué, se não tinha orçamento, por que prometeu? Ah, era eleição.

Nota: além do Nogueirão, várias outras obras do governo estadual estão paralisadas ou caminham mais lentas que passos de tartaruga.

Duplicação da estrada para Tibau, obras de alargamento na estrada para Baraúna, escola técnica estadual no Walfredo Gurgel, reservatório d'água do Sumaré, Rodoviária Diran Ramos do Amaral, Teatro Lauro Monte Filho, Hospital Regional Tarcísio Maia e Hospital Rafael Fernandes são algumas das obras que foram usadas no período eleitoral e agora "esquecidos"...

Nota2: há vários outros casos de abuso de poder político e econômico que favoreceram a candidata do DEM.

O uso do avião que pertence ao Governo do RN é um deles.

Em 2011, o avião voou para Mossoró 92 vezes. 

Em apenas um mês, o de setembro, que antecedeu a eleição de 2012, o avião voou 57 vezes para Mossoró. As vezes, vinha no sábado pela manhã e voltava por volta das 13h. Voltava às 19h e ficava até 23h. 

O que será que o avião vinha fazer aqui?

Se isso não é abuso de poder político e financeiro, sinceramente não sei mais o que é.

Nenhum comentário: