sexta-feira, 24 de maio de 2013

Mais uma vez Executivo cede e constrange governistas

Quando o Executivo enviou projeto de reajuste para professores, a bancada de oposição tentou alterar o texto, mas a bancada governista foi intransigente e  não aceitou debate. Aprovou o projeto sem debater com os principais interessados.

Tentamos mudar a database para janeiro, como determina a Lei Federal. O reajuste também deixaria os professores de Mossoró recebendo abaixo do Piso Nacional.

Alguns vereadores governistas, talvez enganados pelo Palácio da Resistência, disseram que aquele projeto estava tal qual o acertado com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

Como mentira tem perna curta, logo logo foram desmascarados e os servidores começaram a pressionar e falar em greve.

Agora, depois de muita pressão, a Prefeitura reconheceu que os vereadores da oposição estavam certos ao defenderem mudanças no texto em prol dos servidores.

O retroativo a janeiro será pago em dois meses e, além disso, houve uma readequação no percentual de aumento e assim os professores passarão a receber o Piso Nacional em Mossoró.

Nota: quem sabe um dia os vereadores que defendem a situação na Câmara Municipal entendem que a oposição não quer atrapalhar, mas sim ajudar.

Defender o debate não é defender o atraso em análise de projetos, é dar a oportunidade aos principais interessados de participarem dos debates. 

Nota2: essa não é a primeira vez que o Executivo impõe humilhação aos vereadores da situação. 

Obrigam-nos a votar projetos sem conhecer, sem discussão e depois, simplesmente, voltam atrás. Os vereadores ficam mal na foto.

Nenhum comentário: