sexta-feira, 3 de maio de 2013

PSB reforça o fortalecimento da economia


(A) O senador Rodrigo Rollemberg (PSB/DF), líder do PSB no Senado, e o secretário Nacional Sindical do partido, Joílson Cardoso, representaram os socialistas na Festa de 1º de Maio realizado em São Paulo pelas centrais sindicais CTB, Força Sindical, UGT e Nova Central, a qual atraiu 1 milhão e 100 mil pessoas ontem. 

Ao lado do vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Vicente Selistre (PSB), eles destacaram como grande avanço desse início de 2013, em que se comemoram os 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a aprovação da PEC das Domésticas, em março, pelo Senado Federal, equiparando os direitos trabalhistas dos empregados domésticos aos dos trabalhadores formais.

Entretanto, a CTB precisou se manifestar, durante o próprio evento do 1º de Maio, contrária à proposta apresentada pelo presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, da criação de um gatilho salarial como forma de garantir a reposição da inflação. Segundo o presidente interino da CTB, atualmente há avanços importantes dos trabalhadores nessa luta e a aprovação da PEC das domésticas é uma delas, tendo, por si só, já valido a comemoração do 1º de maio de 2013. 

A PEC das Domésticas, que foi tema do discurso do senador Rodrigo Rollemberg na Festa do 1º de Maio, garante aos trabalhadores domésticos salário-mínimo, férias proporcionais, horas extras, adicional noturno e o FGTS, que antes era facultado ao empregador. Rollemberg lembrou que, hoje, um em cada dez brasileiros que trabalham e produzem renda são empregados domésticos, ou seja, temos 7,2 milhões de pessoas que faxinam, lavam, passam, arrumam, cuidam de crianças, de idosos e dos jardins das casas de seus patrões. (Assessoria de Imprensa do PSB Nacional).

Nenhum comentário: