quinta-feira, 28 de novembro de 2013

PSB e Rede apresentam plataforma digital com conteúdo programático

(A) O Partido Socialista Brasileiro (PSB) e a REDE Sustentabilidade lançam nesta quinta-feira (28) em São Paulo o primeiro documento síntese com o conteúdo programático que vai direcionar a proposta de governo da aliança, a ser apresentada em 2014. O documento - com nove diretrizes - é resultado do primeiro Encontro Programático que as duas siglas realizaram em 28 de outubro, também em São Paulo, e reúne as propostas debatidas por mais de 160 participantes, entre dirigentes e militantes dos dois partidos, além de representantes de setores organizados da sociedade (empresários, agentes culturais, ativistas ambientais, etc).

Ao mesmo tempo, será lançada uma plataforma digital para hospedar esse documento síntese. Os internautas poderão comentar e dar as suas sugestões até o dia 1º de fevereiro. As propostas irão pautar o documento de referência com as diretrizes e eixos do programa de governo da coligação PSB-REDE para 2014.  De acordo com o presidente Nacional do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, essa participação da sociedade é fundamental para a construção da proposta de governo da aliança PSB-REDE.

“São as pessoas que vivem, no dia-a-dia, os problemas do país – como a inflação no preço dos alimentos, por exemplo, que resulta em cortes na lista de compras da dona de casa”, ressaltou. “A plataforma digital irá permitir a participação dos brasileiros em todo o território nacional que desejem construir conosco essa proposta – uma proposta de mudança, uma proposta de melhoria do Brasil”, afirmou. A consolidação do documento síntese foi coordenada pelo primeiro Secretário Nacional do PSB e presidente da Fundação João Mangabeira (FJM), Carlos Siqueira, e pelo coordenador-executivo da Rede Sustentabilidade, Bazileu Margarido.
 
 

A divulgação do documento e seu acesso ao público, via a plataforma digital, são medidas que dão prosseguimento ao que as duas legendas se propuseram em 05 de outubro, quando firmaram a aliança programática – promover discussões em conjunto e com a participação da sociedade com o objetivo de reunir e debateras melhores sugestões para melhorar o Brasil. “A ideia agora, a partir desta plataforma, é ampliar ainda mais o debate, com outras legendas que apoiem uma renovação na política e compreendam que a população exige mudança”, anunciou Eduardo Campos. “Nós temos dedicado a nossa energia, na relação PSB-REDE, à construção do nosso programa. A partir dessa discussão é que iremos iniciar, no próximo ano, o debate com os outros partidos – com os partidos com os quais a gente tem afinidade.”

A fundadora da REDE, ex-senadora Marina Silva, reforçou a importância dessa construção conjunta: "Nós estamos buscando com isso um mapa do caminho, para que tenhamos uma aliança com a altura e a profundidade que exigem os desafios do Brasil. Queremos um documento que seja referência para pensar o Brasil sem apequenar os nossos sonhos e compromissos", destacou. Ao que Eduardo Campos endossou: “Nós queremos encontrar o caminho para interpretar corretamente os desafios que estão postos no Brasil e romper com a mediocridade e valorizar a meritocracia. Queremos recolocar o Brasil no concerto internacional e ajudar a enfrentar essa crise mundial, que também é uma crise de valores". (Fonte: Site PSB Nacional).



Nenhum comentário: