quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Mossoró poderá ter centros de atendimento às pessoas da terceira idade

Pensando no bem estar dos idosos de Mossoró, o vereador Lairinho Rosado (PSB) propôs à Prefeitura Municipal que fossem criados centros de atendimento às pessoas da terceira idade nos bairros identificados com maior número dessa população.

A “Creche do Idoso” deve oferecer serviços de saúde, recreação e lazer para essas pessoas, ajudando as famílias a vencerem as dificuldades financeiras na contratação de profissionais capacitados no atendimento às pessoas idosas.

“Espaço adequado e carinho redobrado é devido a essas pessoas que dedicaram toda sua vida pelos filhos, netos, bisnetos e a comunidade como um todo, por isso, merecem atenção especial”, defende o vereador Lairinho.

Ainda de acordo com a Indicação, os centros devem garantir a execução de políticas específicas para a preservação da saúde física e mental do idoso; promover e estimular estudos, além de pesquisas e campanhas visando à melhoria das condições de vida desta parcela da população.

Expectativa de vida

No Brasil, segundo o IBGE/2013, a terceira idade representa cerca de 8,8% dos brasileiros, com previsão de que chegue a 17% em 2030, quando passaremos do 16º para o 6º país com maior número de idosos, tendo a expectativa de vida subido de 62 anos na década de 80, para 74 anos.

No RN, devido a expectativa de vida, há um aumento representativo na população de idosos – 60 anos ou mais, totalizando 406.000 habitantes em 2013, ou seja, superior em 153.000 ou (60,47%) em relação ao ano de 2001, quando existiam 253.000 pessoas com 60 anos ou mais.
Como forma de Mossoró acompanhar o aumento da expectativa de vida de seus idosos, o vereador Lairinho chama atenção para a “qualidade do tratamento e a infraestrutura adequada e de profissionais especializados”, no atendimento aos idosos mossoroenses.



Sugestão

A indicação foi apresentada em 2013 e o parlamentar reforça a necessidade da criação desses centros, aproveitando, inclusive, prédios do município que estão abandonados. “No bairro Abolição 3, por exemplo, o prédio onde funcionada a antiga Unidade Básica de Saúde está abandonado e poderia ser utilizado para a criação de um dos centros”, sugere Lairinho Rosado.

Nenhum comentário: