terça-feira, 21 de junho de 2016

Lairinho critica "mundo de faz de conta" do prefeito de Mossoró

Com mais de 120 assassinatos até o momento, a cidade de Mossoró caminha para ter o ano mais violento de toda história. Da Tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, na manhã desta terça-feira, 21, o vereador Lairinho Rosado(PSB) lamentou a ineficácia da Prefeitura de Mossoró na tentativa de minimizar a violência no município.

De posse dos números de homicídios anuais, o parlamentar lembrou que em 2011 foram 191 homicídios, em 2012 reduziu para 144, em 2013, 182 foram assassinadas, em 2014, 194 mortes violentas, 164 em 2015 e, em seis meses de 2016, já são 124 assassinatos. “Caso continuemos nesse ritmo, chegaremos a 263 homicídios ao final de 2016”, opina.

Lairinho acusa o gestor municipal de fazer propaganda enganosa para a sociedade quando leva à mídia que Mossoró é exemplo de segurança. “O prefeito faz propaganda, cara, diga-se de passagem, tem gastado milhões com propaganda, dizendo que as BICS estão diminuindo a criminalidade em Mossoró. Eu quero saber qual é o mundo que o prefeito de Mossoró vive? Não há como dizer que está diminuindo a violência em Mossoró, se até ontem à tarde, já tinham acontecido 124 homicídios na nossa cidade”, assevera.

Prevenção

Lembrando o programa Pacto pela Vida idealizado e desenvolvido pelo então governador de Pernambuco Eduardo Campos, o pessebista sugere que antes da polícia, a Prefeitura chegue com a prevenção, através de ações na educação, esporte, lazer, citando exemplo do estado de Pernambuco que reduziu o índice de violência com ações do tipo.

“Antes da polícia chegar aos bairros, deve chegar a iluminação pública, a creche, a rua pavimentada, a escola em tempo integral. A polícia vem depois, quando existir uma rede de proteção para a comunidade.

Lairinho ainda sugere que a gestão municipal promove desvio de prioridades quando gasta recursos com propaganda em detrimento de ações necessárias para a melhoria da qualidade de vida do mossoroense.


“Se o prefeito pegasse o dinheiro que gasta com alguns veículos de comunicação e blogueiros e usasse para melhorar a iluminação pública, a violência poderia diminuir, mas não, ele prefere fazer propaganda”, avalia o vereador. 

Nenhum comentário: